Notícias Saúde

  • Prefeitura realiza faxinaço em áreas com maior infestação de aedes aegypti

    A prefeitura de Itapetinga realizou, neste sábado, 02, o Dia D de combate à dengue. Nos bairros que apresentaram maior número de notificações da doença, receberam um grande faxinaço, junto com um trabalho educativo de conscientização sobre os riscos das arboviroses e as formas de preveni-las. Nos bairros Clerolandia, Hilda Gama, Vila Aurora e Nova Esperança, as equipes de saúde e transporte recolheram entulhos e fiscalizaram áreas onde fossem possível acumular água parada e tornarem reservatorio para ovos do mosquito. Uma carregadeira, duas retrocarregadeiras, 6 cacambas, quatro caminhonetes e mais de 100 pessoas estiveram envolvidas na ação. A ajuda da população foi essencial. Os moradores colocaram nas portas tudo que não estivesse sendo utilizado, receberam os agentes de endemias e se uniram ao poder público na luta contra o aedes aegypti.

    Leia mais...
  • Prefeitura organiza Dia D de Combate à Dengue com grande mutirão de limpeza

    A Bahia registrou 16.771 casos prováveis de dengue até o último dia 24. O dado representa o aumento de quase 100% em relação a 2023. No total, 64 cidades baianas estão em situação de epidemia para dengue. Itapetinga acaba de entrar para a lista e, por isso, a prefeitura intensifica as ações de prevenção e combate. Nesta quarta-feira, as secretarias se reuniram para programarem um grande faxinaço nos locais com maior índice de infecção. No próximo dia 02, será realizado, nos bairros Clerolândia, Vila Aurora, Hilda Gama e Nova Esperança, um mutirão de limpeza e eliminação de focos do mosquito aedes aegypti. Agentes de endemias já estão em campo orientando a população a descartar todo material inservível que possa acumular água parada e tornar-se reservatório para ovos do mosquito. Pneus velhos, garrafas, vasos sanitários e até móveis que não estão sendo utilizados devem ser colocados na rua no sábado para que a equipe da prefeitura os recolham. “A gente sabe que não é possível vencer a luta contra a dengue sem a participação de todos. Por isso, a população precisa entrar com a gente na batalha, fiscalizando seus quintais e eliminando focos de dengue, por cada um e por todos nós”, explicou a secretária Rosânia Rabelo.   

    Leia mais...
  • Itapetinga sedia encontro regional de saúde e torna-se referência no setor

    Na manhã desta quarta-feira, 28, a secretaria de saúde de Itapetinga reuniu os representantes do setor de toda a região para debaterem o fluxo do Hospital Municipal Virginia Hagge, que será inaugurado no próximo mês. 12 cidades enviaram seu corpo técnico de saúde para participarem de um momento importante de avanço no cuidado e atendimento do Sus, desde a atenção básica até à especializada. Ao abrir a reunião, a secretária Rosania Rabelo falou sobre o déficit que tínhamos em relação ao atendimento à gestante, maternidade e saúde da criança. Ao apresentar a importância do pré-Natal para reduzir a mortalidade materna, a partir de uma assistência humanizada, a enfermeira Yandra Oliveira falou sobre o trabalho desenvolvido no município. Nos postos de saúde, um protocolo criterioso foi criado para otimizar o atendimento. Uma planilha completa faz o acompanhamento de todos os dados gestacionais. Para garantir a saúde das futuras mamães, o município oferece atendimento multidisciplinar com vacinação, atendimento odontológico, prescrição de vitaminas e medicamentos necessários, além de serviços especializados com nutricionistas, fisioterapeutas. Há, ainda, a disponibilização de duas ultrassonografias por gestante. O atendimento especializado para gestantes de alto risco também foi explanado como um programa que oferece segurança e mais possibilidade de garantir vida. Atualmente, o município tem quase 600 grávidas acompanhadas na rede municipal, cerca de 80 delas estão acolhidas pela rede de alto risco, sendo cuidadas com os critérios necessários. “Itapetinga tem ganhado destaque e se consolidado como polo regional, também na saúde. Ao inaugurar o hospital municipal, nossa cidade inaugura um novo tempo no atendimento SUS e dá mais um passo nesse desenvolvimento, fortalecendo-se como referência em todo o estado”, esclareceu a secretária Rosânia Rabelo. À tarde, o grupo discutiu saúde mental, setor no qual Itapetinga já é referência por possuir uma rede completa de atendimento com Caps III, Caps Ad e duas residências terapêuticas. “A ampliação do atendimento à saúde é uma demonstração clara de que o município se preocupa com seus cidadãos, trabalha com seriedade e, principalmente, de forma humanizada, porque uma administração pública tem como função primordial cuidar de gente”, disse o prefeito Rodrigo Hagge. https://www.youtube.com/watch?v=ciCEwgKgmaA

    Leia mais...
  • Agentes de Endemias no combate à dengue em Itapetinga

    Os casos de dengue no Brasil já superam o registrado no pico da epidemia de 2023. De acordo com dados do Ministério da Saúde, três semanas de 2024 tiveram números de casos superiores à semana de ápice do ano passado. O Brasil registrou 151 mortes por dengue em 2024, segundo dado divulgado nesta quinta-feira, 22. Até agora, o país soma 740.942 casos prováveis da doença. O Aedes Aegypti utiliza todo o tipo de recipiente capaz de acumular água para depositar seus ovos. Alguns são conhecidos: garradas e embalagens descartáveis, latas, vasos de plantas, pneus e plásticos. Mas há lugares que, muitas vezes, o mosquito utiliza para se reproduzir e que são desconhecidos das pessoas. É aí que entra o trabalho dos agentes de combate a endemias. ‘‘Esses profissionais que atuam na linha de frente do combate ao mosquito são treinados e capacitados para detectar riscos de vetores para os próprios residentes e para a comunidade, orientando as famílias, visitando as casas uma a uma. Ninguém quer que sua residência seja um local de risco. Por isso, é importante abrir as portas para esse serviço de proteção’’, ressalta o coordenador de Endemias Márcio Ribeiro. Cabe também aos agentes de endemias a tarefa de vistoriar imóveis não residenciais, acompanhado pelo responsável, para identificar locais e objetos que sejam ou possam se transformar em criadouros do mosquito. Conheça outras atribuições dos agentes de enfrentamento ao Aedes Aegypti: – Informar o responsável pelo imóvel não residencial sobre a importância da verificação da existência de larvas ou mosquitos transmissores da dengue; – Vistoriar e tratar os imóveis cadastrados e identificados pelo agente comunitário de saúde (ACS) que necessitem do uso de larvicidas ou remoção mecânica de difícil acesso, que não possam ser eliminados pelo ACS; – Elaborar e executar estratégias para o encaminhamento das pendências (casas fechadas ou recusas do morador em receber a visita); – Orientar a população sobre a forma de evitar locais que possam oferecer risco para a formação de criadouros do mosquito; – Promover reuniões com a comunidade, com o objetivo de mobilizá-la para as ações de prevenção e controle da dengue; – Notificar os casos suspeitos de dengue, informando a equipe da Unidade Básica de Saúde; – Encaminhar ao setor competente a ficha de notificação da dengue, conforme a estratégia local. Pessoas com doenças crônicas, gestantes, crianças menores de 2 anos e idosos acima de 65 anos são mais suscetíveis às complicações da dengue, chikungunya e zika. Caso tenha um desses perfis, os cuidados de combate ao mosquito devem ser redobrados. Confira alguns cuidados: – Mantenha a caixa d’água bem fechada; – Guarde pneus em locais cobertos; – Limpe bem as calhas de casa; – Amarre bem sacos de lixo e não acumule entulho; – Esvazie garrafas PET, potes e vasos; – Coloque areia nos vasos de planta; – Receba bem os agentes de saúde e de endemias. Eles fazem um trabalho fundamental no combate ao mosquito. Em caso de aparecimento de sintomas, procure uma unidade de saúde e não tome remédios por conta própria.

    Leia mais...
  • Itapetinga intensifica ações de combate à dengue

    Com o último período chuvoso e calor intenso, são intensificadas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti para evitar a proliferação e transmissão das doenças.Desde o ano passado, o Ministério da Saúde, estados e municípios estão em constante monitoramento e alerta quanto ao cenário epidemiológico de todo país, unindo esforços e trabalhando pela conscientização sobre medidas de prevenção em todo território nacional.Diante do aumento do número de casos de dengue no Brasil, ressaltamos que no momento é de intensificar os cuidados e unir esforços para eliminar os focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chicungunya. Essa é a principal forma de evitar a transmissão das doenças. Não deixar água parada e estar atentos aos locais que podem se tornar criadouros do mosquito em casa é fundamental, já que cerca de 75% dos focos estão dentro das residências. A Prefeitura de Itapetinga, através da Secretaria Municipal de Saúde continua com ações de prevenção.Os Agentes de Combate as Endemias estão percorrendo as ruas e realizando visitas nas residências, estabelecimentos comerciais e empresas. O trabalho consiste na conscientização da população sobre a limpeza das casas e dos terrenos e instruindo sobre quais materiais devem ser descartados, como os que acumulam água e servem de criadouro para o mosquito. A colaboração de toda a população é essencial.“A Prefeitura de Itapetinga tem feito sua parte, precisamos contar com o apoio da população no combate a essa doença, porque unidos somos mais fortes”, diz o Coordenador de Endemias, Márcio Ribeiro.

    Leia mais...
  • Secretaria de Saúde planeja novo momento para o setor

    Pensando em seguir avançando na saúde municipal, a prefeitura de Itapetinga realizou 2 dias de planejamento e estruturação do setor. Coordenações e diretorias se reuniram para avaliar o trabalho desenvolvido em 2023 e pensar nos desafios a serem encarados para 2024. Durante o encontro, a secretaria Rosania Rabelo falou sobre as mudanças impostas pelo governo federal, as oportunidades a serem abraçadas e os obstáculos que precisam ser vencidos para fazer, verdadeiramente, o Sus no município. Entre as perspectivas para o próximo ano, a equipe apresentou a inauguração do hospital materno-infantil, além da entrega das novas sedes do Samu, da Policlínica Municipal e Caps AD. A equipe também propôs a implantação de um centro para atendimento a pacientes do espectro autista e um centro especializado de referência (CER II) auditivo e físico. Há, ainda, a estruturação de um novo programa de serviço de atendimento domiciliar. Denominado Melhor em Casa, o programa prevê assistência a doentes acamados ou com dificuldade de mobilidade, oferecendo conforto e humanização no serviço. De acordo com a secretária, esse foi um momento de “pensarmos juntos a saúde que a gente quer fazer para a nossa população. Ao analisarmos o ano que se encerra, percebemos que avançamos muito, construímos uma nova era na saúde municipal, mas ainda temos muito a fazer e podemos muito mais. 2024 será – não tenho dúvidas – um ano especial em cuidado com o povo, desde a atenção básica até a mais especializada”, garantiu Rosânia.

    Leia mais...
  • Itapetinga em mobilização para o combate das arboviroses urbanas

    A Secretaria Municipal de Saúde participou das ações da Semana Estadual de Mobilização Para o Combate das Arboviroses Urbanas. Entre os dias 20 e 24 de novembro, os Agentes de Combate às Endemias realizaram atividades educativas em escolas, comércios e diversos bairros da cidade. O objetivo foi conscientizar a população sobre os riscos e as formas de prevenção das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, como dengue, zika, chicungunya e febre amarela. As ações envolveram palestras, distribuição de panfletos, orientações sobre manejo ambiental e a eliminação de criadouros do mosquito. Os agentes envolveram as crianças no combate. Nas escolas, explicaram sobre o ciclo de vida do Aedes Aegypti, os sintomas das arboviroses e as medidas de proteção individual e coletiva. A ideia é que os alunos se tornem multiplicadores das informações e ajudem na luta contra o mosquito em suas casas e comunidades. Além disso, os Agentes de Saúde estão realizando o Bloqueio e Controle de Criadouros nos bairros com registros positivos de dengue. O trabalho consiste em vistorias das residências e terrenos baldios em busca de possíveis focos do Aedes aegypti. A Secretaria de Saúde solicita que os moradores colaborarem com as ações de combate às arboviroses urbanas, recebendo os Agentes de Saúde que farão a aplicação do inseticida e seguindo as orientações para evitar novos criadouros do mosquito. A participação da população é fundamental para interromper a transmissão das doenças e proteger a saúde pública. Transforme o combate à Dengue em um hábito!

    Leia mais...
  • Itapetinga recebe nova ambulância

    Itapetinga recebeu mais um reforço para a saúde pública. Nesta segunda-feira, o município recebeu, através do Ministério da Saúde, uma nova ambulância que promoverá mais agilidade e resolutividade no atendimento aos pacientes. As ambulâncias desempenham um papel crucial na prestação de atendimento médico de emergência e no transporte seguro de pacientes para hospitais. Agora, o Samu 192 recebe mais uma ambulância de suporte básico, projetada para lidar com pacientes que exigem assistência médica imediata. De acordo com o prefeito Rodrigo Hagge, Itapetinga vem imprimindo um novo tempo para a saúde municipal, através de novos equipamentos e, principalmente, de um atendimento mais humanizado e eficaz, que promova o acolhimento necessário ao paciente e que ofereça os cuidados mais precisos.

    Leia mais...
  • Centro de Equoterapia atenderá cerca de 150 pacientes com algum tipo de deficiência

    A saúde de Itapetinga avança mais uma vez. Agora, mais de 150 pacientes com algum tipo de deficiência terão acesso a uma nova modalidade de terapia. Na última quarta-feira, 22, aconteceu a inauguração CEAI – Centro de Equoterapia da Apae de Itapetinga. Um espaço montado para atender, via SUS, pacientes que precisem de algum tipo de reabilitação possível através de cavalo. Os benefícios da equoterapia são inúmeros e já bem difundidos. A atividade melhora a postura, coordenação motora, equilíbrio, fortalecimento da musculatura, alongamentos, padrões respiratórios e traz mais uma série de benefícios para as mais variadas necessidades. Além disso, a equoterapia propicia efeitos benéficos, também, para crianças autistas no que se refere à motricidade e aos aspectos cognitivos e psicológicos. Ao todo, quatro cavalos (três em atividade e um descansando) estarão à disposição dos praticantes. “Esse é, sem dúvida, mais um avanço para a saúde de Itapetinga e a gente fica feliz em poder participar desse momento, promovendo mais inclusão, permitindo maior desenvolvimento, oferecendo oportunidades de vida mais independente aos PCDs”, afirmou o prefeito Rodrigo Hagge.

    Leia mais...
  • Dia D de Multivacinação chega a Bandeira do Colônia com muita diversão e prevenção

    Esta terça-feira, 24, foi Dia D de Multivacinação para as crianças de 0 a 15 anos de Bandeira do Colônia. Assim como aconteceu no último sábado, em Itapetinga, um momento de alegria e diversão foi promovido para envolver toda a família em prol da promoção à saúde. Passeio no trenzinho da alegria, pipoca, algodão doce, pula-pula e muita brincadeira fizeram as crianças esquecerem um pouco o medo da vacina e se envolverem em um momento lúdico e cheio de prevenção. O Zé Gotinha encorajou a garotada que encarou a agulha e agora está preparada para enfrentar inúmeras doenças sem se deixar abalar. De acordo com Aline Dutra, coordenadora do Posto Dr. José Rodolfo Schettini, “a importância desse momento é fazer com que as crianças venham sem medo. A gente não diz para as crianças que não dói, mas quando a gente envolve a criança neste mundo lúdico, nessa magia, tudo fica mais leve. A criança vem, vem sem medo, toma vacina e depois vai brincar, esquece e está tudo certo”, disse a enfermeira. Nesta quarta, 25, o Dia D acontece no Povoado de Palmares.

    Leia mais...

FIQUE ATUALIZADO