Início >   Notícias >   Desenvolvimento Social

Iniciado mais um novo ciclo para o desenvolvimento social de Itapetinga.


Na manhã desta sexta-feira, 26, a equipe da secretaria se reuniu para analisar o ano que passou e elaborar os novos planos para fazer um 2024 ainda mais acolhedor para os itapetinguenses.

Ao abrir o evento, a secretária Manu Brandão falou sobre os projetos implementados em 2023 que, aos poucos, vêm transformando a vida das pessoas, em especial daquelas com algum tipo de vulnerabilidade social. Manu falou sobre os cursos profissionalizantes oferecidos nos Cras, que oferecem oportunidade de geração de renda extra para os assistidos; o projeto de descentralização do Bolsa Família, que trouxe mais comodidade à população e o Programa de Aquisição de Alimentos, que além de garantir qualidade nutricional a famílias em extrema vulnerabilidade, fomenta a agricultura familiar de toda região. A secretária falou também da importância de cuidar da equipe para que ela esteja cada dia mais capacitada para atender aqueles que deles necessitam. Por isso, a secretaria promoveu, também cursos de capacitação para a equipe. Para os profissionais que acolhem crianças e adolescentes, um estudo contínuo sobre escuta especializada tem buscado reconhecer e acolher as vítimas de violência doméstica.

Com o projeto Social Mais Perto de Você, a equipe tem levado assistência aos bairros, com um gabinete itinerante. Além disso, o trabalho de fortalecimento de vínculos tem se intensificado e o Baile da Saudade é um dos exemplos de promoção de inclusão dos idosos.

Para 2024, a equipe já se prepara para atender mais e melhor a população. Entre os novos projetos apresentados, a psicóloga Aniellen Moreira falou sobre o Acolher, um programa que tem como objetivo fazer o acolhimento responsável e preparado a pessoas com transtorno do espectro autista.

“Nosso trabalho é cuidar de pessoas, especialmente das que mais precisam do poder público. Para isso, a gente precisa cuidar também da equipe que desenvolve essa missão, aprimorar os nossos conhecimentos e, principalmente, levar humanização ao serviço. Eu não tenho dúvidas de que 2024 será um ano de mais acolhimento e de promoção de vida digna para nossa gente”, disse a secretária Manu Brandão.

FIQUE ATUALIZADO