Início >   Notícias >   educação, cultura, ciência e tecnologia

Monumento aos Orixás é tombado pelo patrimônio histórico, artístico e cultural da Bahia


Nesta quinta-feira, 14, a prefeitura de Itapetinga esteve na Sede do Conselho Estadual de Cultura, em Salvador, para participar de um importante momento para a história do nosso município.

Representando o poder público municipal, o diretor de cultura, Maurício Gomes participou da solenidade de assinatura do tombamento da Praça dos Orixás como patrimônio histórico, artístico e cultural da Bahia. Ao seu lado, estava o representante das religiões de matrizes africanas, Luciano Neves, proponente do processo.

O Monumento aos Orixás, obra do artista plástico Manoel Bonfim, é considerado o primeiro monumento às entidades africanas do estado. Inaugurado no ano de 1981, pelo então prefeito José Vaz Espinheira, traz em sua representação divindades do panteão africano Oxalá, Ogum e Omolu.

A arte já sofreu inúmeros ataques de vandalismo numa representação clara de intolerância religiosa. No final de 2020, a obra foi mais uma vez recuperada e o trabalho restaurado.

“Há quatro anos, quando iniciamos uma importante recuperação da rótula dos Orixás, incluindo monumento e paisagismo, a gente queria preservar a nossa história e cultura, manter o patrimônio artístico e garantir a liberdade de expressão religiosa a todos os povos. Hoje, ao participarmos deste ato de tombamento, a gente percebe que Itapetinga sempre foi uma cidade de vanguarda, à frente do seu tempo, que respeita a sua gente. Participar hoje momento tão histórico – de ter parte da nossa cidade tombada como um patrimônio imaterial do estado – nos enche de orgulho e gratidão”, disse o prefeito Rodrigo Hagge.

FIQUE ATUALIZADO